Casa do Oleiro

Casa do Oleiro


 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
Tópicos similares

Compartilhe | 
 

 Sobre o "Purgatório"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Evangelista Maurício
Admin
avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 07/01/2013
Idade : 58
Localização : Campos do Jordão - SP - BR

30032013
MensagemSobre o "Purgatório"


A refutação da doutrina católica da existência de um lugar denominado “purgatório” virá em duas partes:

1) Provando biblicamente a inexistência deste lugar.

2) Refutando as passagens isoladas usadas pelos católicos para sustentar essa heresia.

1- PROVANDO BIBLICAMENTE A INEXISTÊNCIA DO PURGATÓRIO

Preste atenção na clareza desse versículo:

“O sangue de Jesus Cristo, nos purifica de TODO o pecado.” (1Jo.1:7)

A Bíblia é muito clara e não abre espaços para heresias. O ensinamento católico referente à doutrina do purgatório é que é um lugar onde pessoas salvas, mas que ainda não estão “prontas” para entrar no Céu, vão para lá, para serem purificadas de seus pecados. Esta é uma doutrina horrivelmente herética criada na mente de Satanás, que simplesmente despreza e menospreza o sacrifício de Cristo no calvário e o seu sangue derramado que nos purifica de TODO o pecado. Dizer que existe um lugar aonde vão os salvos que precisam ser purificados é negar que o sangue de Jesus nos purifica de TODO o pecado. Isso é uma fortíssima heresia contra o sacrifício de Cristo, que se assim fosse seria em vão, além de rejeitar aquilo que 1João 1:7 diz, no texto que vimos acima.

Veja o que o Nosso Senhor realmente disse:

"E Jesus terminou assim: Portanto, estes irão para o castigo eterno, mas os bons irão para a vida eterna." (Mt 25.46).

Veja que Cristo nos dá duas opções de lugares para onde as pessoas podem ir. São estas:

1)INFERNO (morte eterna) e 2) Céu (vida eterna).

O Purgatório simplesmente NÃO EXISTE diante das Sagradas Escrituras, é um lugar totalmente INVENTADO por preceitos humanos, que em nada condiz com a Palavra de Deus ou com as palavras do próprio Senhor Jesus Cristo nessa passagem de Mateus, que obviamente omite este lugar ilusório. Jesus não é sádico de “esconder” dos fiéis uma outra “opção” de lugar, se o Purgatório realmente existisse então Cristo não teria nenhum problema em acrescentá-lo neste versículo, como todo o bom católico o faz hoje em dia.

O pior ainda de tudo isso é que nem nessa passagem, E NEM EM PASSAGEM ALGUMA DE TODA A BÍBLIA O LUGAR “PURGATÓRIO” É JAMAIS CITADO EM PARTE NENHUMA DOS MAIS DE 1100 CAPÍTULOS DA BÍBLIA CANÔNICA!!! Esse é o maior absurdo de todos, e é por esse motivo que os católicos fazem tanto malabarismo tentando distorcer passagens bíblicas para induzir a existência desse lugar! Deus não é sádico e nem teria problema nenhum em colocar este lugar na Bíblia se ele realmente existisse, se a Bíblia fala tanto de Céu e Inferno então com certeza falaria demais desse “lugar” também! Existem mais de QUATROCENTAS PASSAGENS que falam do inferno, e outras inumeráveis que falam do Céu, mas quanto ao Purgatório só mesmo fazendo muito malabarismo pra tentar arranjar alguma passagem distorcida...

O malfeitor crucificado ao lado do Senhor Jesus, tomado pelo arrependimento, recebeu a remissão dos pecados e a promessa da ida aos céus, e não ao purgatório! Ora, se existe alguém que de fato precisaria “se purificar” dos seus pecados para entrar no céu então com certeza o ladrão crucificado ao lado de Jesus estaria incluído na “lista”. Afinal, ele estava sendo crucificado por justa causa, e não como Jesus, no qual não havia pecados.

Mas mesmo assim o Nosso Senhor Jesus Cristo nem sequer faz qualquer tipo de menção nem explícita e nem implícita a este lugar, mas lhe garante que estaria com ele no PARAÍSO!

Agora imagine: O purgatório é um lugar para onde vão as pessoas que necessitam de purificação, ok? Agora pense no ladrão crucificado ao lado de Cristo na cruz. Já sabemos pela Bíblia que ele era ímpio, pois merecia estar lá. Quem melhor do que um ladrão daqueles para integrar o nosso mais novo lugar "Purgatório"??? Mas NAÕ!!! Jesus perdoou o ladrão de TODO pecado naquele mesmo momento! Jesus o garantiu o PARAÍSO, e não o “PURGATÓRIO”! E sabe por quê? Porque o sangue de Jesus o purificou de TODO pecado! De TODO!!!

“Portanto, não existe mais condenação para aqueles que estão com Cristo Jesus” (Rm.8:1)

Se de acordo com a própria doutrina católica o lugar denominado de “purgatório” é para onde vão os SALVOS (que ainda necessitam de purificação, mas mesmo assim SALVOS), e assim “com Cristo Jesus”, então o apóstolo Paulo estaria pregando a mais horrível das heresias contra o catolicismo, pois NEGA veemente que possa haver QUALQUER TIPO de condenação àqueles que estão com Cristo Jesus. Não obstante Deus declare que já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus (Rm.8.1), contudo, contradiz a si mesmo quando lança o salvo no purgatório, para expiar os pecados já purgados!

“... e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (Jo 8.32,36).

Verdadeiramente sereis LIVRES, e não com o fogo do Purgatório!!!

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça” (1Jo.1.7,9).

Percebeu??? A purificação é completa ou incompleta?

CONCLUSÃO

Deus não mandaria seus filhos para as chamas do purgatório para satisfazer a sua justiça, já satisfeita pelo sacrifício de Cristo, o qual foi perfeito, completo e capaz! Ao lançar seus filhos no purgatório, Deus estaria com isso dizendo que o sacrifício do seu Filho foi insuficiente! Jesus, que dos céus intercede pelos pecadores, vê-se impossibilitado de livrar as almas que estão no Purgatório, porque só o Papa possui a chave daquele cárcere! Dizer-se que as almas expiam suas faltas no purgatório, é atribuir ao suposto fogo do purgatório o poder do sacrifício de Jesus, e ignorar completamente a obra que Ele efetuou no Gólgota! O “purgatório” do crente é o sangue de Jesus Cristo, que nos purifica de todo pecado (1Jo.1.7). É evidente que a doutrina do purgatório romanista não pode resistir diante deste glorioso fato. O sangue de Jesus purifica completamente o crente em Jesus Cristo, não precisa passar temporadas no Purgatório para isso, se o Filho nos liberta nós somo VERDADEIRAMENTE LIVRES, livres de todo e qualquer “fogo” de qualquer "purgatório", não existe respaldo bíblico para uma doutrina horrivelmente herética que NEGA a eficiência do sacrifício de Cristo na cruz do Calvário!!!

2- REFUTANDO AS PASSAGENS ISOLADAS USADAS PELO CATÓLICOS

“Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão. Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil.” (Mt.5:25,26)

REFUTAÇÃO - Os versículos em pauta nos mostram um quadro em que o Senhor Jesus trata da relação do homem com o seu inimigo, ou seja, o devedor e seu credor (compare com Lucas 12.58-59). A palavra adversário aqui não se refere ao diabo e o termo prisão ou cárcere nada tem a ver com o purgatório. O texto, na verdade, refere-se ao acerto de contas, ou reconciliação, entre os homens. Assim, a humildade de espírito pode nos livrar de muitos dissabores, mesmo quando estamos errados. No sentido espiritual, a maneira ímpar de o homem pagar suas dívidas é aceitando o Senhor Jesus como único e suficiente salvador (Jo 8.32; 14.6; Cl 2.14).

--------------------------------------------------------------------------------



“... se a obra de alguém se queimar sofrera ele dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como que através do fogo” (1 Co 3.15).

---------------------------------------------------------------------------------



REFUTAÇÃO – O versículo acima é uma forma diferente de dizer: “Ele será salvo, mas por pouco!”. Algumas pessoas serão salvas e foram tão bem aqui na Terra que conseguirão recompensas, as quais a Bíblia chama de “galardões”. Já em outros casos (como nas pessoas que se encaixam no versículo acima), a pessoa será salva, mas essa salvação foi conseguida por tão pequena coisa que foi como se passasse através do fogo. Perceba que o autor diz “como que através do fogo”, e não “através do fogo”. O uso do “como” serve para mostrar como Paulo colocou esse versículo de uma maneira figurada, e não literal. O fogo na Bíblia serve para relatar o valor das obras de cada um. As obras não justificam, mas servem para recompensas (galardões) ou para a condenação de muitos. Nada diz sobre um lugar de purificação após a morte. O sangue de Jesus nos purifica de TODO pecado (1Jo.1:7).

-------------------------------------------------------------------------------



Mateus 12:32 diz que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada, nem neste século, nem no século que está por vir.



------------------------------------------------------------------------------



REFUTAÇÃO - Essa é uma forma de dizer que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada NUNCA. Perceba também que para reforçar o fato de que o real sentido desta passagem é o de que a blasfêmia contra o ES não será perdoada nunca, é que o autor escreve em seguida: “Nem neste século, nem no século que está por vir”. Veja que ele não diz: “Nem neste mundo e nem no outro”, ou então: “Nem aqui e nem no purgatório...”. Eu poderia dizer pra você: “Eu não vou perdoar esse seu pecado nem agora e nem daqui mil anos!”, isso não significa que daqui mil anos nós dois estaríamos aqui para eu lhe perdoar pecados...

-------------------------------------------------------------------------------



2 Macabeus 12:41-45 - Esse trecho descreve os atos de Judas Macabeus depois de uma batalha contra Górgias. Judas e seus homens oraram pelo pecado dos mortos e mandaram que fosse oferecido um sacrifício por eles em Jerusalém.

--------------------------------------------------------------------------------



REFUTAÇÃO – Em primeiro lugar, trata-se de um texto apócrifo. Os apócrifos não devem ser utilizados como regra de fé e doutrina, nem tampouco são infalíveis ou inspirados pelo Espírito Santo. Os apócrifos contém inúmeros erros e contradições e o próprio autor de Macabeus confessa não ser inspirado pelo Espírito Santo ao pedir desculpas por qualquer erro que ele possa ter cometido... (2Mac.15:39). Os apócrifos servem como um bom apêndice com certos ensinamentos bons, mas que de maneira alguma devem tomar o lugar único das Sagradas Letras canônicas, muito menos serem usados como regra de fé e doutrina. Em segundo lugar, o pecado no trecho foi o de idolatria, considerado o motivo da morte deles. Para usar este trecho para apoiar a doutrina de purgatório seria necessário afirmar que esses homens que alegamente morreram por causa da idolatria não morreram na prática de pecado mortal, pois a Igreja Católica ensina que tais pessoas não teriam acesso ao purgatório. Ou seja, nem ao menos no próprio texto apócrifo eles conseguem se esustentar nessa horrível heresia...


O purgatório é não só uma fábula engenhosamente montada; a sua doutrina se constitui num vergonhoso sacrilégio a Deus e desrespeito à obra perfeita efetuada por Cristo na cruz do Calvário. Essa doutrina além de absurda e cruel, supõe inúmeros disparates e blasfêmias, como vimos acima. O que Satanás mais quer é que as pessoas pensem que se "não forem tão boas assim" ainda tem chances de entrarem nos Céus por meio de um lugar que as pode "purificar", o que na verdade é dizer que o sangue de Jesus NÃO é suficiente para nos purificar de todo o pecado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://casadooleiro.livreforum.com

 Tópicos similares

-
» [Brasil] Negociação sobre caças da FAB azedou relação entre Dilma e Jobim
» Curiosidades sobre as alturas...
» Dúvida sobre uso de cartas (LOC Y e LOC Z)
» PR-AYX - "Voando sobre as Cataratas"
» Detalhes sobre Diablo III [Atualizado: 13/05/2012]
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Sobre o "Purgatório" :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Sobre o "Purgatório"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Casa do Oleiro :: Casa do Oleiro :: Apologética Cristã :: Catolicismo-
Ir para: